Quem fica, quem sai?

Será que a vontade de ficar é mais forte do que o desejo de alcançar?

Zona de conforto é o lugar onde inconscientemente queremos estar, não porque é agradável nem tampouco atraente, mas é o lugar onde pensamos estar protegidos, ninguém nos incomoda e nos faz parecer em segurança. Quando passamos pela adolescência, somos empurrados para um mundo adulto deixando de ter a mente inocente para um mundo cheio de descobertas muitas vezes indesejáveis. Isso causa dor.

Quando decidimos qual área estudar pelos próximos 4 anos (no mínimo), isso causa conflito, porque a dor da renúncia, da dúvida e do sacrifício batem à porta. Quando decidimos seguir para uma escolha de vida, isso dói. Temos que abrir mão de uma porção de desejos e regalias que serão trocadas por responsabilidades na qual não se pode voltar atrás. De igual modo, quando desejamos fazer uma dieta, por exemplo, é necessário enfrentar a dor da privação.

Resumindo, a zona de conforto é o lugar onde queremos ficar para evitar certas “dores” por medo do desconhecido. Pensando bem naquela velha frase: “Sem dor, sem ganho” ou “No pain, no gain”, (desculpem-me, mas não achei o autor da frase), faz sentido para você?

Naturalmente, falando pela ótica da ciência, nosso cérebro tem a tendência da auto proteção, buscando economizar energia do nosso corpo, em um estado de conforto mental. Evitando pensar além do básico, utilizando a primeira resposta que vem à cabeça e evitando situações de cheque provocando grandes reflexões.

Como colocar o pé para fora dessa linha de conforto?

  • Estabeleça pequenas metas para si, e cumpra-as.

  • Descreva seus sentimentos num caderno e promova o autoconhecimento de tudo o que você é capaz de sentir.

  • Busque mais respostas para uma pergunta, pense em outras alternativas antes de se conformar com a primeira.

  • Faça listas de prioridades pessoais. Imagine a sua vida com outras possibilidades e o quanto se sentiria bem em alcançá-las.

  • Se possível faça novos trajetos, saia da mesmice de sempre.

  • Aprenda algo novo todo mês, exercite as ferramentas de conhecimento que você já possui e verá a dimensão da capacidade que você tem!

Estas dicas são de grande valor para tirar nossa mente de um estado de comodismo, que naturalmente o cérebro busca por natureza. Seja curioso, entenda que estamos sempre em movimento de mudança e que temos a obrigação de sermos cada vez melhores para nós mesmos!

E deixo a seguinte reflexão: “NÃO TENHA MEDO DA DOR, POIS ELA É QUEM TE TRAZ A FORÇA NECESSÁRIA PARA CONQUISTAR AQUILO QUE VOCÊ NEM IMAGINA QUE É CAPAZ”.

Fiquem com Deus!

Elis Magalhães Fotografia
Instagram @elis_fotografando
WhatsApp (11) 94353-6016

©2018 - AK Sucesso em Carreira. Todos os direitos reservados.

Projeto

Siga-me nas redes sociais!

  • Grey Instagram Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Grey Facebook Ícone

Parceria